Arquivo da categoria: Saúde

Como acabar com a gordura da barriga

A gordura da barriga é perseguida, pois afinal, ninguém gosta dela. E isso não se trata apenas de uma questão estética, mas também muito prejudicial à saúde.

A gordura que se acumula na barriga pode se transformar no tipo visceral, produz hormônios que aumentam a carga de estresse, como o caso do cortisol. Ela também pode produzir substâncias que afetam o nível de produção normal de insulina pelo organismo.

Sendo assim, além de esteticamente feia, a barriga pode colaborar para o desenvolvimento da diabetes e doenças cardíacas.

Para que saiba como acabar com a gordura da barriga e se tornar aquilo que sonhou, siga as dicas abaixo.

Movimente-se

É preciso movimento para acabar com a barriga. Alguém que vive de forma sedentária, mesmo com uma alimentação quase certa, pode acabar por cultivar uma barriguinha.

Principalmente os exercícios aeróbicos são indicados para quem deseja queimar gordura abdominal. Correr um pouco todo o dia já faz muita diferença para o seu planejamento. A gordura visceral não vai ser capaz de resistir.

Coma mais proteínas

O consumo de proteínas é muito importante para quem deseja ser magro. Principalmente com a idade, o corpo começa a produzir mais insulina, e ela é responsável por estocar gordura, principalmente na região abdominal. Por isso, é importante que a proteína seja a chave do seu prato, pois ela pode protege-lo contra esse efeito.

Acelere o seu metabolismo

O metabolismo lento é um dos principais fatores que contribui para o acúmulo de gordura abdominal, por isto acelerar o metabolismo ajuda muito pois aumenta a velocidade da queima de gordura. Para conseguir isto você pode tomar algum suplemento que ative o metabolismo como o hibisco em cápsulas Hibislim e também começar a fazer exercícios de alta intensidade diariamente.

Use mais vinagre

Alguns estudos mostraram que pessoas que passaram a consumir de uma a duas colheres de vinagre por dia, durante 2 meses, obtiveram uma diminuição significativa da circunferência abdominal.

Entre para uma classe de Yoga

Mulheres, principalmente após o período de menopausa que se dispuseram a começar a praticar Yoga, perceberam grande diminuição do percentual de gordura abdominal. Ele é forte aliado na luta contra a barriguinha, pois além do movimento, promove relaxamento, o que diminui os níveis de cortisol, que é considerado o hormônio do estresse.

Procure dormir melhor

Dormir pouco pode aumentar os níveis de gordura visceral, aumentando assim a incômoda barriguinha. É necessário que comece a dormir em torno de 8 horas por noite.

Beba chá para perder a barriga

Pessoas adeptas o uso do chá, principalmente do chá verde, tem mais facilidade para perder gordura abdominal. Parte disso é devido aos antioxidantes presentes na bebida. Duas xícaras diárias podem fazer muita diferença na sua luta pelo abdômen ideal.

Aumente o consumo de fibras

Aumente a quantidade de fibras de suas refeições em pelo menos 10 gramas por dia, o equivalente a duas maçãs pequenas e ganhe um reforço na luta para reduzir o excesso de gordura abdominal.

Entenda alguns mitos

Nem tudo é prejudicial ao processo como um todo, por isso preste atenção naquilo que é mito. Saiba a verdade:

  • Um alimento específico não atrapalha o processo;
  • A frequência das refeições não é o predominante;
  • Refeições noturnas não são o maior mal;
  • O estresse não pode ser responsabilizado.

É preciso entender que o processo é uma soma, e culpar eventos separados a mentir para si mesmo.

Veja mais algumas dicas boas:

Diferenças entre Herpes Simples e Herpes Zoster

Se você tem pesquisado sobre o herpes e anda em dúvida sobre as diferenças do herpes simples e herpes zoster, não se preocupe. Neste artigo iremos explicar de um modo simples, quais são as diferenças entre eles, e como eles podem ser evitados e tratados.

De pronto, adianto que ambos, o herpes simples e herpes zoster, são vírus que provocam infecções, na grande parte com o surgimento de bolhas, úlceras e vermelhidões, mas, os contágios são diferentes. Saiba mais sobre o assunto.

Herpes simples

O herpes simples, que pode ser tanto o herpes tipo 1 (labial) como o herpes tipo 2 (genital), é transmitido pelo contato físico. No caso do herpes labial, o contágio pode se dar através do beijo ou compartilhamento de copos e talheres com uma pessoa infectada. Já no caso do herpes genital, a transmissão se dá através da relação sexual, não protegida, ou seja, sem o uso de camisinha.

Geralmente o herpes simples é localizado, provocando sintomas apenas na área do contágio, e esses sintomas podem ser:

  • Vermelhidão;
  • Dor e ardência;
  • Coceira;
  • Surgimento de bolhas, que posteriormente se tornam úlceras;
  • Febre e mal-estar;
  • Ínguas na virilha, no caso do herpes genital;
  • E ardência ao urinar ou defecar, também no herpes genital.

Herpes zoster

O herpes zoster é o conhecido vírus da varicela, também famoso pelo nome de catapora. Ele geralmente ocorre na infância, mas também pode haver o contágio na fase adulta. Normalmente, quando se pega esse vírus também através do contato físico, os sintomas se manifestam apenas uma vez. Após, o vírus morre, e a pessoa se torna imune a um segundo contágio. Apenas em casos muito raros, o vírus do herpes zoster permanece latente, alojado em gânglios, e eventualmente depois de muitos anos ele pode se tornar ativo novamente, causando pequenas bolhas e dores.

Os sintomas do herpes zoster são muito parecidos os do herpes simples, exceto os sintomas relacionados somente ao tipo 2 do vírus, o genital. Se você quer saber mais sobre as diferenças entre o herpes simples e herpes zoster assista este vídeo onde o Dr. Ricardo S. Rosa, dá maiores informações:

Tratamentos para o herpes simples e herpes zoster

A melhor maneira de não sofrer com os problemas e incômodos que o herpes simples e herpes zoster podem causar, é prevenindo o contágio do vírus. Quando ele acontece, o tratamento se dá através de medicamentos antivirais e pomadas que aliviam os sintomas como a coceira e a ardência, também vale a pena seguir o tratamento do Protocolo Definitivo Para Acabar com Herpes.

No caso do herpes simples, uma vez que a infecção do vírus ocorreu, o vírus não morre, e pode manifestar seus sintomas por toda a vida da pessoa. Geralmente, suas recorrências acontecem quando o sistema imunológico sofre uma queda, ou a pessoa se encontra muito estressada. Em casos de surtos mais brandos, não há a necessidade de fazer uso de qualquer tratamento, e os sintomas desaparecem em poucos dias.

No caso do herpes zoster, igualmente em manifestações mais amenas, não existe a necessidade de tratamento, somente em casos mais graves, onde as dores e incômodos são muito extremas. A diferença é que em sua grande maioria, o vírus se manifesta apenas uma vez e morre, tornando o paciente imune a ele.